Cinco dinâmicas para empolgar uma expedição

Cinco dinâmicas para empolgar uma expedição

Dinâmicas de grupo são um ótimo ponto de partida para gerar reflexões, descontrair um grupo ou energizar pessoas cansadas. Fazer isso durante uma expedição pode ser desafiante pela limitação de recursos, mas usando a criatividade é possível gerar aprendizados incríveis.

Apresentamos aqui cindo dinâmicas que podem ser usadas por instrutores, chefes escoteiros, recreadores ou qualquer outra pessoa que deseja proporcionar bons momentos ao ar livre. Aproveitem!

Image

ANJO DA GUARDA

Dinâmica muito fácil de realizar durante uma expedição que foca no cuidado com o outro e no entendimento de que pessoas diferentes possuem demandas distintas.

1

Peça para que cada um dos participantes escreva o seu nome em um pedaço de papel, o dobre e o coloque na urna, que pode ser um chapéu.

2

Cada pessoa tira então um nome da urna sem mostrar para ninguém.

3

Anuncie: "Você é o anjo da guarda da pessoa que tirou. Não revele quem é e busque cuidar dela de uma maneira discreta a partir de agora até o final do dia".

4

Ao final do dia cada participante tenta adivinhar quem foi o seu anjo da guarda, explicando os cuidados que recebeu durante o dia que levaram à essa conclusão.

Image

MUDANÇAS

Essa atividade desafia de duas maneiras: ao mesmo tempo que os participantes precisam ser extremamente criativos, eles também precisam ter um olhar muito apurado para os detalhes. É uma dinâmica simples, engraçada, mas que gera conversas interessantes sobre como geralmente não acreditamos na nossa capacidade criativa, por um lado, e como damos pouca atenção à detalhes, pelo outro.

1

Forme duplas, peça que fiquem frente a frente e que observem o outro de forma atenta.

2

Em seguida, peça para se virarem de costas e mudarem 3 coisas na aparência, por exemplo tirar um cinto, mudar o penteado ou desabotoar a camisa.

3

Feito isso, as duplas devem se virar e ficar frente à frente para então tentar identificar o que mudou no outro.

4

Faça uma segunda rodada de mudanças mantendo as já feitas, pedindo que façam mais 5 novas mudanças.

5

Se o grupo estiver empolgado, faça uma terceira rodada com 10 novas mudanças.

6

Ao final bata um papo sobre fazer e identificar as mudanças: como foi? Qual foram os desafios?

Image

MÁQUINA FOTOGRÁFICA

Essa dinâmica provoca a reflexão sobre a maneira com a qual as pessoas enxergam a mesma situação de maneiras diferentes e o fato de que, às vezes, o que queremos mostrar não é aquilo que a outra pessoa enxerga.

1

Forme duplas, uma pessoa será a câmera fotográfica e a outra o fotógrafo.

2

A pessoa que for a "câmera" deve ficar de olhos fechados e somente abri-los por poucos instantes quando "acionada" pelo fotógrafo.

3

O fotógrafo deve conduzir com cuidado a "câmera" que estará de olhos fechados, posicioná-la e acioná-la com um toque no ombro para fazer a foto. O fotógrafo deve tirar três fotos.

4

Durante a tomada das fotos a dupla não deve comentá-las, deve reduzir a comunicação somente ao necessário, principalmente para que a "câmera" não tropece durante os posicionamentos.

5

Uma vez que as fotos foram tiradas, a dupla conversa sobre as fotos que o fotógrafo queria tirar e as imagens que a "câmera" registrou.

Image

GARRAFA D'ÁGUA

A atividade da garrafa d'água é uma boa forma de trabalhar a resolução de problemas e o trabalho em equipe. O objetivo é pegar a garrafa d'água do facilitador sem que ele descubra com que ela está.

1

Delimite uma área de aproximadamente 10 metros entre a garrafa d'água e uma linha no chão. O grupo deve se posicionar atrás dela, o facilitador de costas para o grupo com a garrafa atrás dele.

2

O participantes somente se movimentam enquanto o facilitador diz a frase "Quem pegou minha garrada d'água?" de costas para o grupo.

3

Ao finalizar a frase, o facilitador se vira e olha para o grupo. Todos devem estar imóveis (estátua) e caso alguém se mexa, o grupo inteiro volta para a posição inicial.

4

Caso a garrafa já tenha sido pega e escondida por alguém, o facilitador tem uma chance para adivinhar quem foi que a pegou antes de se virar e dizer a frase novamente. Se ele acertar, todos voltam para a posição inicial.

5

O grupo cumpre a missão quando consegue sair da posição inicial, pegar a garrafa d'água e voltar com ela até o ponto de partida sem que o facilitador adivinhe corretamente quem a pegou.

Image

RODA DE MOCHILAS

Uma dinâmica rápida e simples para iniciar o dia de caminhada. Aborda a temática do que é justo e correto, além da empatia e respeito às diferenças. Recomendada quando a reclamação do peso das mochilas começa a aumentar.

1

Peça para todos ficarem em silêncio numa roda ombro a ombro, com as respectivas mochilas à frente de cada um.

2

Os participantes devem dar então um passo para a direita (ou esquerda) e levantar a mochila que está a sua frente.

3

O processo deve ser repetido até que cada um chegue novamente diante de sua própria mochila.

4

Inicie um bate-papo sobre as percepções de cada um e de como o grupo pode lidar com as diferenças da melhor maneira possível.

Artigos Relacionados

Assine a Newsletter

 * campos obrigatórios
 

Nossa sede no Brasil

Rua Sebastião Arcanjo Lopes, 160 - Vila Loli - 12460-000 Campos do Jordão - SP

Pesquisar